Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

17 de Abril, 2013

Restrições Alimentares

Inês

Há coisa de uns meses que eu tenho dedicado mais atenção à minha forma física (desde setembro, lembram-se?). Já vos falei do que faço em termos de exercício físico mas isso não é tudo. Fazer exercício físico pouco vale se a seguir formos ao macdonals ou à pizza hut ou coisas do género. A verdade é que tenho também tentado controlar o que como. É mesmo isso: controlar. Vejo-me em situações em que tenho mesmo que me controlar desviando o olhar ou coisa do género. Eu adoro comer. Quando era pequenita odiava mas agora adoro. É das melhores partes do meu dia, aquelas em que como. E pensar que tenho que comer menos de isto ou daquilo é uma verdadeira treta. Uma treta necessária, diga-se. E portanto lá me vou controlando. Como menos disto e mais daquilo. Antes (e tenho vergonha de dizer isto) passava semanas sem comer fruta. Não faziam parte dos meus dias, simples. Mas isso mudou. Tenho comido pelo menos uma peça de fruta por dia e nesta semana subi mais a fasquia e têm sido duas todos os dias (é certo que não é muito variada mas um passo de cada vez). Sinto-me bem por poder dizer isto, por ter tido a iniciativa de fazer estas melhorias em mim mesma. Comer melhor não é parte difícil. Difícil, difícil é comer menos de outras coisas e fazer o exercício que deve ser feito mas lá vamos indo. Li ainda hoje que consumir muito leite faz mal. O cálcio é necessário no nosso corpo mas o leite provoca outras coisas que não são desejáveis e portanto vou beber menos leite (eu adoro leite, bebo bastante até mas parece que isso vai mudar). Depois, comecei a beber iogurtes e a comer barritas de cereais (sugestões da Fireflies). Depois ainda temos os refrigerantes que foram radicalmente riscados e substituidos por água seja onde for e com quem for. Uma coisa que é difícil mudar é o pão. Adoro pão. Como pão várias vezes ao dia mas tenho plena noção de que é um alimento que contraria tudo o que tenho feito. Enfim. Isto é uma treta e mudanças no meu corpo não as vejo. Sei que as coisas não acontecem da noite para o dia e por isso é que tenho paciência e mantenho estas ideias mas não deixa de ser uma treta.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.