Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

13 de Setembro, 2013

Justin Timberlake

Inês

Há algum tempo que gostava de falar do Timberlake aqui no blog. Não me considero uma critica de música (pelo menos daquelas que fazem artigos todos catita) mas informo-me o suficiente para ter uma opinião critica acerca do que mais se ouve e não só. No mundo atual da música, o pop denomina, não há quaisquer dúvidas e dentro deste pop atual, não há lugar para muita originalidade, infelizmente. Os artistas copiam-se uns aos outros constantemente nos mais variados aspetos no que diz respeito a ser um artista: letras, melodias, imagem... enfim! A originalidade e criatividade perderam-se, de facto, o que é triste porque não deixa muita margem de escolha para nós, ouvintes e apreciadores de boa música. No entanto, há que salientar a exceção à regra (estou certa de que haverão mais mas tão mainstream como ele, não). Justin timberlake. Esse gigante, multifacetado, personalidade das últimas décadas tanto mundo da música, como da dança e do cinema. Como ele, há uns quantos mas penso que só ele mantém a essência dos seus trabalhos e a popularidade que outrora alcançou. Com o seu Suit & Tie (onde podemos vislumbrar um pouco de I'm Bringing Sexy Back!), Justin mantém a elegância, o ritmo, a sexyness de outros tempos, dos tempos onde ele reinava and guess what? continua a reinar! Claro! Resta-me dar os parabéns por assim ser já que é algo raro ainda que ache que este devia ser um caminho natural para qualquer artista.