Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

21 de Dezembro, 2013

Férias, natal, música e notas

Inês

Estes dias têm sido passados a trabalhar para o Natal. Nada de cozinhar mas nos presentes que quero dar. Não estou para gastar dinheiro mas quero oferecer algo às pessoas mais próximas de qualquer das formas. Estamos numa época em que o pessoal pensa que se não houver dinheiro ou tempo para shoppings e lojas, não se oferece nada. Acabam por ser desculpas, sinceramente. Eu arranjo alternativas. Vou ali ao cantinho da minha mãe, pego nas linhas e tecidos e invento! Muitos erros, muitas imperfeições, muitos improvisos mas até saem umas coisas. Aproveito isto e aquilo e a coisa faz-se. Fico contente depois de as coisas estarem acabadas. Ficam-me a doer as costas, o pescoço, os dedos, a cabeça e deixo de ver tão bem mas pronto. Era mais fácil entrar numa loja e escolher mas não há cá disso. Passo assim o meu tempo a ver filmes e a ouvir grandes êxitos antigos portugueses. O rock e pop dos anos 80 é muito bom. Repetitivo mas com uma sonoridade e umas letras bem porreiras. Aconselho. Aproveito também para referenciar a música portuguesa que teve, neste ano, uma evolução fantástica. Este forte mesmo! Montes de artistas portuguesas lançaram por aí álbuns e estiveram em concertos cá dentro e lá fora relançando a indústria musical portuguesa em grande. Do pop, ao rock, ao rap. Vozes, bandas, rappers... E música intervencionista! Música que fala dos nossos problemas enquanto nação. As questões deste país em crise em músicas de Abrunhosa ('Quero voltar para os braços da minha mãe') e também de Mind Da Gap ('O jardim') por exemplo. É super interessante ver como artistas com longas carreiras e bem conhecidos, como o Abrunhosa, se importam e partilham as preocupações de todos os portuguesas e de outros artistas bem diferentes como esse raper Mind Da Gap. Para acabar em grande, as minhas notas lá saíram hoje. É com grande satisfação e entusiasmo que termino o primeiro período do décimo segundo com uma média de 17,2. É ótimo saber que ultrapasso as expectativas que eu própria me impus, que trabalho e vejo os resultados que são mesmo recompensadores, que por mais que aconteça, sejam os dias bons ou maus, eu mantenho-me fiel a mim própria e a tudo que tenho conseguido alcançar e continuo a obter os resultados necessários e que quero. Well, I'm happy.