Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

03 de Março, 2012

Não custava mesmo nada, não era?

Inês

Hoje, trago-vos algo diferente. E era mesmo mesmo ótimo se me dessem assim só uns minutinhos do vosso tempo. Pois bem, a minha mãe criou um blog com o objetivo de mostrar os trabalhos que ela faz em crochê, assim as pessoas vêem, gostam e encomendam. Estão a ver a ideia? :) Isto não é muito a nossa "onda" nem pelo que nos interessamos mas as nossas mães dão um valor diferente a este tipo de coisas. Portanto, era fixe se vocês mostrassem o blog da minha mãe por aí por casa e se estivessem interessados, diziam qualquer ou neste blog ou no da minha mãe: http://linhas-magicas.blogs.sapo.pt/. Vá lá... Não custa nada ;) E a minha mãe sabe fazer umas coisas mesmo giras!!

01 de Março, 2012

Da minha Terra

Inês

C*****,

A terra que a mãe conheceu

Ainda tudo era verde e folhas pelo chão,

As árvores reinavam do mirante ao liceu

E prédios não passavam apenas de uma visão.

 

Não foi assim há tanto tempo

Que o céu viu a terrinha florir

Prédios, casas e lojas abriram todos a sorrir!

 

Ainda lá no alto, está a senhora da piedade

Que tanta fama deu à terra,

Tem festas cheias de claridade

Que deixam em todos os canedenses,

Uma réstia de saudade...

 

E assim é a minha terra

Lá cresci e fui amada

No horizonte perco a vista

De um mundo pronto para a minha chegada.

 

Inês Santos

 

Foi este o poema que compus quando a minha prof. de Português nos deu a tema "A minha terra" como trabalho. E gostei do resultado final. Mostra o crescimento radical que ela teve nas últimas décadas e a minha relação com ela.

Uma colega minha faz o mesmo trabalho (mas sobre a sua terra) e eu ajudei-a e também acho que ficou altamente! :D Tem uma vertente mais cómica e engraçada porque a minha colega também tem esse lado e depois mostra a relação que ela tem com a sua terra - que não é de completo carinho e blá blá blá, é mesmo tipo "já vivi noutras terras e não posso esperar por sair desta". Seja como for, aqui vai:

 

Eu vivo em **ães

Mais conhecido como a terra dos cães.

 

A santa de **ães?

Não faço ideia...

Será que é a mesma de Escapães?

Ou será que é feia?

 

À feira vou a Lourosa

Pois na minha terra não há

Vou porque é muito cheirosa,

Todos os sábados me apanham lá!

 

Dizem que vivo lá

Mas eu tenho que discordar,

Pois no trago meu coração

Outras terras como lar.

 

Catarina Pinto e Inês Santos

 

P.S.: Utilizei * pela simples razão de segurança e privacidade.

01 de Março, 2012

Ontem fui ao futebol

Inês

Ora vamos lá resumir isto: ontem a seleção nacional sub-21 jogou contra a Ucrânia aqui na minha terra, no estádio "Marcolino de Castro", isto entre aspas porque quando nós vimos este nome não sabíamos o que era. Afinal é o estádio do Feirense (muito mais simples assim). Em terras de Santa Maria da Feira, portanto... Vim a este jogo porque a minha escola ofereceu bilhetes a quem quisesse ir assistir ao jogo. Foi então que eu pensei: Porque não? Nunca fui sequer a um estádio, seria, pelo menos, uma experiência nova. E é grátis! É claro que vou! Eu e as minhas amigas :). E lá fomos. Entramos (cedo para não apanharmos multidões de gente) arranjamos um lugarzito mais ou menos bem situado e esperamos pelo inicio do espetáculo. A partir daí foi uma loucura. Eu estava bem disposta e as minhas colegas são bem-dispostas por isso estava tudo com um good mood! Gritamos para o jogo, com o jogo, para os jogadores, para os árbitros... Enfim! Quando o guarda-redes da equipa da Ucrânia chutava a bola a nossa bancada (e depois todo o estádio) gritavam assim de forma a ir aumentando "uuuuuuuuuuuuuUUUUUUUUUUUUUUUBUM!". Na verdade, o BUM! era outra coisa (uma asneira) mas eu mantenho-me clean. De resto, não há muito a dizer - até porque eu não falo futebolês nem percebo nada do assunto. Ganhámos por 2-0!!! O primeiro golo quase no fim da primeira parte e o segundo já nos últimos 3 minutos. Foi uma experiência que eu adorava repetir! Quando a escola voltar a oferecer os bilhetes! {#emotions_dlg.blink}

Pág. 3/3