Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 26.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 26.

11 de Junho, 2012

Ídolos #3

Inês

A salientar:

 

Adorei "O Anzol" de Mónica e "O Homem do Leme" da Inês (eu no inicio, achava esta rapariga um bocado irritante mas ela veio a subir imenso na minha consideração!) e o "Jura" da Catarina (se bem que não vou muito com a cara desta rapariga, nem com a cara nem com os jeitos... no me encanta..) e o "Pó de Arroz" do André (este aqui vem sorrateiro da 1º edição e só dá show; eu acho que ele ter perdido uma oportunidade, fá-lo muito mais determinado em relação aos outros e isso nota-se nas atuações).

 

Também acho quando o Manel e o Pedro dizem que isto quando chega ao português é que todos se espetam. Ainda me lembro da Carolina na outra edição quando ela cantou "Problema de Expressão" e aquilo não soou nada bem, não havia ligação entre ela e a música e isso aconteceu ontem durante a maior parte das vezes.

 

E a Margarida esqueceu-se de uma parte da letra :O Não me lembro de outro concorrente que se tenha esquecido da letra mas acho que se deve realçar que ela lá continuou e fez um bom trabalho. Eu tou a achar que a Margarida é a nova Inês (da edição com o Filipe e a Diana). É que ambas eram e são completamente adoradas pelo público e quase todas as galas têm um bando de críticas porque algo nunca está bem.

10 de Junho, 2012

FF recusa o American Idol

Inês

Notícia aqui.

 

É sim, eu não tenho nada a ver com as escolhas dele mas é uma oportunidade daquelas! Ele tornava-se numa estrela mundial num ápice (e deve ser isso que ele receia mas...). O reconhecimento é uma coisa muito importante e eu não tenho a certeza (nem perto disso) que ele vá ser "bem tratado" aqui em Portugal. Enfim... Cada um tem as suas prioridades, não é?

10 de Junho, 2012

Princess of China - Coldplay ft. Rihanna

Inês

Saiu dia 2 o novo single dos Coldplay - Princess of China - com a participação de Rihanna. Quanto à música não posso dizer que a adoro. Pelo menos desta versão. Acho que há muito barulho no background, tão a ver? O instrumental é muito confuso, barulhento mesmo. No que diz respeito ao vídeo, até gostei. Tem história. Tem os dois lados (Coldplay e Rihanna). Tem cenários interessantes. No entanto, acho que se confundiram as culturas chinesa e japonesa mas eu não posso falar porque não percebo nada disso (apenas vi comentários a fazerem referência a essa troca).

Aconselho-vos a ouviram esta versão da Kelly Clarkson. Gosto muito. Acho que tem um instrumental muito mais agradável de se ouvir. Só tenho pena que não tenha a voz do Chris Martin. Se tivesse, ficava mesmo awsome.


Qual das duas é que vocês gostam mais?
09 de Junho, 2012

Quando a shakira era, apenas, boa música

Inês

Como vocês todos sabem, a Shakira é o meu top top top favorite artist. Conheci o trabalho dela ainda tinha eu 9 anos, ainda antes do super sucesso Hip's Don't Lie. Oral Fixation era, portanto. Adoro-a desde então. Agora ela está diferente talvez por isso é que ela leva com aqueles ideias pré-formadas: "não canta nada" "só sabe é dançar", é "isto e aquilo". Mas ela é muito mais do que isso e quem se disponibilizar a conhecê-la melhor também o irá saber. Podem não gostar mas não podem dizer que ela não é cantora. Não é a melhor cantora mas também não se pode ser bom em tudo ;)

Para conhecerem um pouco mais do que eu mais gosto dela:

"Pies Descalzos" e "Dónde Estan Los Ladrones?" foram os 3º e 4º álbuns dela e foi aqui que ela deu um salto ainda dentro da América Latina. O "Pies Descalzos" conta com três músicas em português! Ah pois é! (ok, português abrasileirado mas ainda assim é altamente!):

No entanto, eu prefiro as versões originais.
Entretanto, as melhores músicas desta era foram:
.
Depois, veio Laundry Service em 2001. A Shakira torna-se loira e conquista o mundo! :D
O grande hit que a lançou mundialmente foi "Whenever Wharever" com o qual ganhou um VMA (no total foram 5 em 2002). Daqui destaco:
(Adoro Objection!! É a minha fav de sempre!)
.
Em 2005, veio a era das Fixações. Primeiro um álbum em espanhol, "Fijación Oral" e depois em inglês "Oral Fixation". Do primeiro, salienta-se:
E do segundo:
A partir daqui, não tenho muito a dizer. Acho que a nova era pop afetou de certa forma a carreira da Shakira. Continua com a sua essência dos pés descalços em palco, a pouca maquilhagem, o cabelo natural, as roupas simples e a voz sem playback mas as músicas mudaram e acho que ela perdeu muitos dos seus seguidores devido a isso.
Isto deu um post enorme! Mas vejam algumas das coisas que por aqui eu deixei e digam de vossa justiça! Afinal o que pensam/conhecem da Shakira?
06 de Junho, 2012

Bones

Inês

Acabou mesmo agora o último episódio da sétima temporada de Bones. Gostei muito. Adoro dramas com psicopatas e loucos por tecnologia. Este Pelant é mesmo freak e super inteligente só acho que falta motivo na história dele. Se ele é um psicopata, devia andar aí matar pessoas com um intervalo de tempo certo e padrão e não é o que acontece. Mas pronto, gosto do enredo deste novo serial killer. Só que agora acabou e a t. 8 só vai estrear nos EUA em Setembro portanto, tenho muito que esperar...

05 de Junho, 2012

A seleção e o excessivo entusiasmo

Inês

A seleção lá foi para o Euro 2012 cheia de entusiasmo, gritaria, histeria, etc. Não por parte deles da seleção (com certeza muito alegres) mas sim da parte dos que por cá ficam. As televisões, os jornais, é tudo com coraçõezinhos cheios de esperança que desta é que é e tal. Eu acho é que isto vai sair daqui uma desilusão do tamanho da divida e vêm todos recambiados para casa (infelizmente pois eu ficaria muito contente por ver Portugal sair-se bem).

02 de Junho, 2012

"Apreciação Crítica"

Inês

Aquele primeiro livro que me empurrou para um abismo de leituras incessantes e viciantes chamava-se "Crepúsculo". Não tinha ouvido tal palavra até então mas rapidamente me inteirei do seu significado: o momento antes do anoitecer, da escuridão. O fascínio pelo impossível e pela eternidade consumiu-me durante semanas. A história de dois jovens tão especiais e profundamente apaixonados um pelo outro desenrola-se do "Crepúsculo" ao "Amanhecer" e faz-nos deprimir quando nos apercebemos que esse sentimento tão belo pode nunca nos encontrar.

Bella. Aquela que podia ser qualquer uma de nós e, ao mesmo tempo, nunca seria apenas uma de nós. Reservada, frágil, determinada... Mas, sobretudo, apaixonada por esse tal Edward que entra na sua vida e a muda para sempre. Aos dezoito anos toma a decisão que muda a sua vida. Deixa o mundo dos humanos e abraça a eternidade. Arrepende-se todos os minutos de ter de deixar o seu pai - com o qual sempre manteve uma relação especial - para trás. Uma parte da sua alma é consumida por isso, a outra, diz Edward, desapareceu quando Bella se transformou. A inocência, a generosidade, a pureza, tudo foi para o Inferno, segundo ele. Mas Bella continua a não acreditar. Para ela, basta ser um ser bom.

Esta história foi-me apresentada por uma professora há uns anos atrás que também ela sucumbia a este mundo fantástico. Agora, é a minha vez de o recomendar a todos que procurem algo novo e cativante para vos acompanhar durante uns tempos de puro suspense e paixão. E aproveitem para o ler hoje e não amanhã. Nós não temos a eternidade...

 

Este foi o testo que eu redigi para o último teste de Português. Era-nos proposto uma apreciação crítica em que apresentassemos o livro que mais nos marcou. A escolha foi rápida. Crepúsculo sem sombra de dúvida. Tentei fugir ao máximo daquele cliché de humana e vampiro por isso mesmo nunca utilizei tal palavra. Dei ênfase à magia e à paixão que foram, para mim, as coisas que mais me cativaram. Espero que gostem :)

Pág. 3/3