Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

31 de Agosto, 2013

August Break 13 #28 #29 #30 #31

Inês

Como não podia deixar de ser deixar passar os dias e deste desafio, nada! Não sirvo para isto. Gosto mas acabo por me desleixar. Começou há minutos o último dia de Agosto. Acaba assim também este august break.

 

28. smell

 

O cheiro a mar, a praia é dos melhores que conheço. Cliché mas verdade.

 

29. your fave thing

 

Muitas. Não posso escolher. Estar fora de casa. Viver.

 

30. sign

 

Nada me ocorre.

 

31. smile

 

Repetida mas lá vai outra vez.
Sorrir deve ter sido a coisa que mais fiz este verão. E ainda não me cansei.
30 de Agosto, 2013

Bike Tour

Inês

Depois disto, motivei-me um pouco mais e, desde então, que tenho feito algo todos os dias. A verdade é que me deu uma vontade estranha de correr, de vestir o equipamento e ir dar uma corrida. Lá fui. Com o meu irmão. 2,5 km a correr com subidas e descidas e sem uma vez me queixar ou dizer para parar. Claro que mentalmente chegou a uma altura em que eu só queria parar mas obriguei-me a fazer o contrário e continuei e depois chegou outra altura em que já não sentia grande coisa o que facilitava o processo. Fiquei satisfeita no final, claro. Seguiu-se uma caminhada também de 2,5 km devo dizer. Ontem, mais uma caminhada e uma voltinha de bicicleta que fui resgatar da garagem cheia de pó e ainda com altura para uma criança (nunca fui fã da bicicleta). Hoje combinei andar de bicicleta com a minha Di, coisa que nunca tínhamos feito. Para muitos jovens e não só, andar de bicicleta é a coisa mais natural do mundo mas para mim não e, não querendo culpar os meus pais (mas sim acho que têm um pouco de culpa), esse nunca foi hábito cá em casa o que está errado. Desporto devia ser um hábito em todas as casas, todas as famílias. Adorava que me tivessem habituado a andar de bicicleta na estrada, nos campos, a fazer passeios assim em família ou com amigos mas isso nunca aconteceu. Isto leva-me a outro assunto: acho que todos os pais deviam inscrever os seus filhos em algum tipo de desporto desde pequenos. Isto também não aconteceu comigo e tenho muita pena disso porque sou uma descoordenada e uma fora de forma de todo o tamanho e, se andasse na natação ou no volei ou noutra coisa qualquer desde os meus cinco, seis anos as coisas eram bem diferentes, bem melhores. Tanto a nível pessoal (bem-estar, saúde, equilíbrio mental, etc.), como social e académico. Ninguém gosta de ser a nódoa a educação física na escola, de ser a última escolha dos colegas para um jogo, de ser gozado e subvalorizado. Uma vida ativa em família e a participação numa certa atividade física desde cedo não deixavam estas situações acontecer. Custa dinheiro sim mas seria uma despesa tão bem feita! Um investimento, isso sim! Mas voltando à questão inicial, hoje lá fui e adorei. A minha relação com a bicicleta ainda tem muito que melhorar, confesso mas a prática leva à perfeição! É um meio de transporte ótimo que, mal me habitue a andar mais controladamente nas estradas mais movimentas, adotarei com certeza! Rápido e simples. É o que se quer. As subidas é que eram escusadas mas não há nada a fazer. Podia ser bem pior. É uma questão de encontrar os caminhos mais planos e lá vou eu!

29 de Agosto, 2013

Estou a ouvir One Direction

Inês

A culpa é do jornal da tvi! Põe-se a dar uma reportagem sobre o novo filme dos One Direction e pronto! Eu acabo a minha noite a ouvi-los. Eu era daquelas que só sabia que eles eram cinco putos formados num programa tipo 'ídolos' do Reino Unido. Para mim, mal cantavam. Eram apenas carinhas bonitas, estilo bieber, que deixam as miúdas histéricas que não sabem controlar a adolescência numa euforia desnecessária. Admito que a minha posição se alterou. Assisti a todos os espectáculos que deram lá no tal programa (X Factor UK) e, de facto, cantam. As vozes estão lá, sem dúvida. O problema está, como em quase todos os casos de música hoje em dia, na forma como são aproveitadas. Para alguém ser notado e fazer sucesso nesta indústria atualmente, só fazendo música pop, do mais comercial possível, daquelas que entram e não saem mais da cabeça, que são tocadas nas rádios até dizer chega. Essa é a receita para o sucesso e é o que eles fazem. Simples. Espertos! Mas vamos lá ao que interessa (ahaha!!). Isto claro que não é o mais importante mas se nos põem cinco rapazes à frente, a tendência é logo escolher o mais jeitoso. Imagino que no caso dos rapazes seja exatamente igual. Mas continuando... O meu preferido é, sem dúvida, o Zyan (não, ainda não decorei os nomes, fui pesquisar). Muito perto está o Louis, também super giro com aqueles olhos azuis e o cabelo despenteado. Não entendo o entusiasmo em volta do Harry mas gostos não se discutem! Ok. Agora vai parecer que me estou a contradizer mas não estou! Quanto às vozes (isto sim mais importante :P) a minha preferida é, sim, a do Harry. Pronto. Não resisto à sua voz mas ao resto resisto bem. xD Isto está muito em tom de brincadeira porque não há outra forma de eu falar nisto. Quase me custa admitir que estou a ouvir a boysband mais popular (e mais ridicularizada também) dos últimos anos. Antes isto que justin bieber!

27 de Agosto, 2013

August Break 13 #22 #23 #24 #25 #26 #27

Inês

22. midday

 

Cansei-me de procurar e tirar fotos para palavras que pouco me dizem. Vai em texto que é mais simples. Podia pôr aqui uma foto de um dos almoços que me fiz para mim e para a Di lá no zoo (porque levamos almoço feito de casa e comemos lá) mas não me apetece. Os meus meios-dias são muito normais.

 

23. sacred

 

Tenho várias coisas/momentos sagradas na minha vida do ponto de vista de proximidade e indispensabilidade. Desde o meu telemóvel ao meu iogurtezinho de manhã, passando pelos meus momentos de pausa na paragem dos autocarros ali a cem metros de casa, aos lanches solitários no café do sr. que me deseja sempre 'tudo de bom' e me deixa bem-disposta, aos gofres sempre que vou à praia. Enfim! Muita coisa!

 

24. hear

 

Fazem parte dos sons deste verão, sem dúvida alguma, os sons dos animais lá no zoo. Às vezes, parece que o mundo vai acabar e avisam-se uns aos outros disso. Outras vezes, a calmaria abunda e pouco se ouve.

 

25. sunday morning

 

Quase que me rio com esta. As minhas manhãs de domingo são muito bem passadas a dormir. Recomendo!

 

26. YES

 

Felizmente, houve umas quantas notícias, este verão, que me deixaram com aquela sensação de 'YES', mesmo happy. Ainda assim, a que me deixou mais contente foi quando soube que consegui o trabalho na loja. Era uma coisa que eu realmente queria (arranjar um trabalho de verão) e consegui alcança-la e isso foi ótimo.

 

27. number

 

Não tenho aqui nenhuma ideia. Sou pouco seletiva no que toca a números e não houve nenhum que sobressaísse nos últimos meses.

 

And guess what? Já não tenho nem um dia em atraso! Oh yeah! Muito aldrabado mas ninguém repara x)

27 de Agosto, 2013

Livros escolares

Inês

Este ano comprei todos os livros que necessito para o próximo ano (são poucos, apenas quatro disciplinas com manual) pelo olx. Usados portanto. Poupei cerca de cem euros. Ótimo! Acho que toda a gente deveria fazer isso: reutilizar livros. Não apenas por uma questão económica mas, sobretudo, ambiental. Combater o desperdício devia ser uma preocupação de todos, pais incluídos.

24 de Agosto, 2013

Being Healthy! Not...

Inês

Há uns dias vesti umas calças que no inverno vestia imenso (já não vestia calças há cerca de três meses, com o tempo quente e aquele problema da depilação ultrapassado, as saias, vestidos e calções passaram a ser o meu dia-a-dia) e fiquei triste. Triste. Vi o que já tinha notado há algum tempo mas não queria ver. Vi a realidade e não gostei. Não me serviram. Costumavam ficar larguinhas e agora não me servem! Mas é obvio que com o que tenho comido era milagre se continuasse a mesma! Como que nem uma burra! Cachorros, gelados, chocolates, bolos.. you name it! Podia passar todos os meus dias a comer que ainda assim a vontade não passava. Pelo menos é o que sinto. Com a instabilidade que têm sido as últimas semanas de férias e todos os planos arranjados, não tem dado para fazer exercício. Nada! Mas enfim. Com aquele momento de consciência com a crua realidade, motivei-me um pouco mais. Hoje fiz bicicleta e andei a pé e corri durante quarenta minutos. Não vou prometer, nem a mim mesma, que vou ter mais cuidado agora com o que como e vou fazer mais exercício. Neste momento, isso não serve de nada. Até as férias acabarem vou continuar com esta rotina pouco saudável e sem compromissos neste aspeto. Depois, quando as aulas começarem, prometo mudar. Vou estar horrível nessa altura mas depois há-de ser diferente. Isto não está nada bem, este estilo de vida é tão errado mas ainda não tenho em mim a força interior suficiente para mudar.

23 de Agosto, 2013

August Break 13 #19 #20 #21

Inês

19. white

21. something old

Vou juntar estes dois dias porque a foto adequa-se para ambas.

Estas sapatilhas têm três anos e foram compradas na feira dos ciganos. Ainda assim, continuam ótimas! Uso-as imensas vezes. São as minhas preferidas de sempre. São confortáveis e diferentes. Nunca vi umas iguais. Adoro-as.
20. taste
Apercebi-me agora que esta categoria se repete duas vezes no desafio e, sem dar conta, passei-a à frente no dia nove. Esta é fácil. Se há sabor que eu não dispenso no verão é o do gofre. Gosto tanto! Gofre de chocolate com gelado straccitella é sinónimo de paraíso para mim.

Pág. 1/4