Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

05 de Maio, 2020

Ainda acerca de Esther Perel

Inês

Há uns tempos estava a ver o episódio "Monogomy" da Série Explained (recomendo, super interessante!) quando um dos intervenientes lança a seguinte ideia: a monogomia pode não ser um processo natural (e tudo aponta para que não o seja), porém, os humanos são capazes de inúmeras coisas anti-natura e muitas delas são positivas pelo que a crença e o esforço em sermos e nos mantermos fiéis a uma só pessoa pode ser uma dessas coisas que apesar de anti-natura nos dão, de certa forma, mais valor. Fiquei a pensar nisso porque estava presa na ideia de que se a monogomia não é natural, então para quê insistir na ilusão? Apesar de até partir de uma ilusão, na verdade, pode haver um fundo positivo nessa ideia. I mean, claro que isto não é tão simples quanto "claro que trair é mais fácil do que ser fiel". Não é isso. Isso já sabemos. A questão é se é possível ser feliz uma vida inteira com a mesma pessoa ao lado e não sentir a necessidade, em algum ponto, de conhecer outra pessoa porque não é natural manter o mesmo interesse pela mesma pessoa durante 50 anos. Apesar de não ser natural, o nosso esforço em nos dedicarmos inteiramente a uma pessoa é, de certa forma, bonito - Tenho dificuldade em dizer algo de um ponto de vista "absoluto". Para mim, é tudo "de certa forma" pois nada é 100% bom ou mau. A fidelidade é 100% recomendável? Não sei. A infidelidade é 100% má? Não sei. Há perspetivas para tudo e as circunstâncias são o mais importante. - No entanto, continuo mais inclinada para a ideia de que a fidelidade é um esforço em vão na busca por felicidade na nossa vida. De qualquer forma, admito que secalhar eu estou no lado "fraco" da história pois não acredito que me possa esforçar e ser bem sucedida. Sendo que o bem sucedida implica que eu esteja feliz. Well, talvez só tenha conhecido as versões erradas e esteja rodeada de maus exemplos. Só a vida para me mostrar a verdade.