Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

29 de Maio, 2021

Måneskin - VENT'ANNI

Inês
I have twenty years
Io c'ho vent'anni

So don't be surprised if I make dramas out of nothing
Perciò non ti stupire se dal niente faccio drammi

I am afraid of leaving only money in the world
Ho paura di lasciare al mondo soltanto denaro

May my name disappear among everyone else's
Che il mio nome scompaia tra quelli di tutti gli altri

But I'm only twenty
Ma c'ho solo vent'anni

And already I ask forgiveness for the mistakes I made
E già chiedo perdono per gli sbagli che ho commesso

But the road is harder when you're heading for the sky
Ma la strada è più dura quando stai puntando al cielo

So choose the things that are really important
Quindi scegli le cose che son davvero importanti

Choose love or diamonds, demons or saints
Scegli amore o diamanti, demoni o santi
And you will be ready to fight, or else you will walk away
E sarai pronto per lottare, oppure andrai via

And you will blame others or it will be your own fault
E darai la colpa agli altri o la colpa sarà tua

You will run straight into the sun or into the dark
Correrai diretto al sole oppure verso il buio

You will be ready to fight, to always seek freedom
Sarai pronto per lottare, per cercare sempre la libertà
And go one step further, always be true
E andare un passo più avanti, essere sempre vero

Explain what color is to those who see black and white
Spiegare cos'è il colore a chi vede bianco e nero

And go one step further, always be true
E andare un passo più avanti, essere sempre vero

And promise everyone you will talk about me tomorrow
E prometti domani a tutti parlerai di me

And even if I'm only twenty, I'll have to run
E anche se ho solo vent'anni dovrò correre
I have twenty years
Io c'ho vent'anni

And I don't give a shit, I've got zero to prove to you
E non mi frega un cazzo, c'ho zero da dimostrarvi

I am not like you who give your soul to money
Non sono come voi che date l'anima al denaro

From the eyes of those who are pure you are only cowards
Dagli occhi di chi è puro siete soltanto codardi
And go one step further, always be true
E andare un passo più avanti, essere sempre vero

Explain what color is to those who see black and white
Spiegare cos'è il colore a chi vede bianco e nero

And go one step further, always be true
E andare un passo più avanti, essere sempre vero

And promise everyone you will talk about me tomorrow
E prometti domani a tutti parlerai di me

And even if I'm only twenty, I'll have to run for myself
E anche se ho solo vent'anni dovrò correre per me
And you will be ready to fight, or else you will walk away
E sarai pronto per lottare, oppure andrai via

And you will blame others or it will be your own fault
E darai la colpa agli altri o la colpa sarà tua

You will run straight into the sun or into the dark
Correrai diretto al sole oppure verso il buio

You will be ready to fight, to always seek freedom
Sarai pronto per lottare, per cercare sempre la libertà
You are twenty years old
C'hai vent'anni

I'm writing to you now before it's too late
Ti sto scrivendo adesso prima che sia troppo tardi

And it will hurt to doubt that you are nobody
E farà male il dubbio di non essere nessuno

You will be someone if you stay different from others
Sarai qualcuno se resterai diverso dagli altri

But you are only twenty
Ma c'hai solo vent'anni
 

 

29 de Maio, 2021

Booty Call

Inês

Ainda mais rápido do que da última vez (finalmente estás a passar a cortesia à frente), perguntaste-me se estaria a fim de ir ter contigo durante a semana. Apesar dos 60 kms que nos distanciam, dos horários de semana e de partilhares a casa com três pessoas (parece uma multidão), convidaste-me e fui. O dia tinha sido uma verdadeira shit. Não por uma razão em específico, mas há dias em que me sinto verdadeiramente desconfortável a existir, é como se todo o dia fosse uma pedra no sapato e só me consigo descalçar quando chego a casa. Mas ter um plano contigo torna todas as pedras mais confortáveis. Até podia correr mal. Se durante o dia todo me sinto apenas com vontade de me deitar na cama, with just me, myself and I, trocar isso para ir ter contigo podia não dar bom resultado. Ser constrangedor, chato, estar cansada demais, enfim. Motivos para não ser uma boa experiência não faltavam. Mas não foi nada disso. Incrivelmente, o meu carro (que o ano passado não fazia sequer 30 kms) desta vez foi super tranquilo até ti, não me deixou ficar mal, só ajudou. Nem ele queria que falhássemos. Ver-te, abraçar-te, estar perto de ti está a tornar-se cada vez mais natural e confortável. Sempre foi, aliás. Mas agora, sendo mais frequente, há uma naturalidade que ainda não existia. Tão simples, tão fácil, tão bom. Dormi super pouco, fiz dezenas de kms de manhã sozinha para vir trabalhar. Coisas tão improváveis mas que fazem tanto sentido se o motivo és tu. És íman. És o meu segredo.

26 de Maio, 2021

Destaques

Inês

Isto de ser Destaque no Sapo é uma coisa muito curiosa.

Em primeiro lugar, não sei como é que isto acontece. Não sei como é que alguém da Equipa Sapo tropeça num post meu e, "pior que isso", o acha digno de Destaque. Quando eu escrevo aqui neste cantinho da internet, faço-o na ideia de que ninguém vai ler nada disto. Não são coisas muito pensadas. Ou por outra, são muito pensadas dentro da minha cabeça mas não são muito estruturadas na sua escrita e na partilha. Este blog é exatamente como o descrevo: um diário digital escondido de toda a gente que conheço, um sítio onde deposito pensamentos, dúvidas, preocupações, momentos, histórias que quero arquivar em algum sítio que não só a minha cabeça. Não me esforço muito para isto estar impecável. Acho que não escrevo tão bem como já escrevi e como gostaria. Perdi o hábito da leitura e da escrita e isso não fica bonito num blog. Mas bem, é um blog autêntico, pouco floreado, talvez cruo e transparente demais em diversos momentos. É o meu blog.

Em segundo lugar, também acho curioso ter tido um hiatus no blog de três anos (de 2017 até fim de 2019) e logo quando regressei tive um destaque. Em 2020 tive mais três, sendo este o quarto post destacado. De certa forma, penso que os blogs mais certinhos, direitinhos, com publibações frequentes e, sobretudo, uma audiência significativa fossem os blogs "vigiados" para os destaques. Foi sempre com grande surpresa que recebi as notificações. Por um lado, dá uma alegria ver algo nosso reconhecido. Por outro lado, é para mim um pouco assustador, pois lá está, caminho por aqui a pensar que estou em terras desocupadas e calha num dia que a porta está aberta e muita gente entra. Dá um friozinho na barriga.

25 de Maio, 2021

Açores em Maio de 2021

Inês

Fui à Ilha de São Miguel nos Açores meio empurrada por uma amiga. Calha de termos que tirar férias na mesma semana e ambas nao tínhamos grande plano. A verdade é que depois do que aconteceu à minha Fofinha, a minha vontade de sair de casa diminuiu muito (quase inexistente na verdade). Pior ainda passar noites fora. Nada a ver comigo mas vê-la sofrer bateu-me fortemente. Quero estar perto dela e tomar conta dela o máximo que puder. De alguma forma, isso tornou-se mais importante que viver a minha vida nas minhas pequenas aventuras longe de casa. Mas bem, havia férias para gastar e uma amiga que queria muito fazer algo e tínhamos um plano pendente pelo que marcamos viagem. É engraçado que sempre que partilho uma viagem com alguém me lembro várias vezes o porquê de gostar tanto de viajar sozinha. Isso poderia ser sinal que de facto eu gosto mais de viajar sozinha do que acompanhada. Porém, não posso concluir isso logo de caras. Há vantagens e desvantagens em ambos os casos. Em cada um deles me iria lembrar das vantagens do outro. No geral, a companhia foi boa. Há histórias para partilhar, outras coisas que talvez tenham ficado por viver mas ainda há muito tempo pela frente e eu gosto de voltar aos sítios que gostei portanto uma revisita noutros termos não está, de todo, fora de questão.

Os Açores são um encanto. Um jardim grande, organizado e limpo, no meio do oceano. Uma meteorologia engraçada que nos surpreende e faz-nos quase sempre passar frio ou calor. Muito verde e azul. E branco do nevoeiro também. Um sítio calmo de banhos quentes e paisagens incríveis mesmo numa simples viagem de carro. Ficou-me na memória uma frase de uma das poucas pessoas com quem falamos (infelizmente) que, em resposta a um "queremos ir lá mas tem estado sempre nevoeiro e assim não vemos nada" da minha companheira de viagem, disse "não importa ver, importa viver, vão lá na mesma". Senti falta disso. Muitas paisagens incríveis, muitas fotos bonitas mas falei pouco com as pessoas. Se tivesse ido sozinha teria falado muito mais. Fica para uma próxima.

 

25 de Maio, 2021

Måneskin

Inês

A Eurovisão existe para isto. Descobertas incríveis. Que vitória! Que grupo viciante! Música atrás de músicas, tudo bom! Adoro tudo. Estou viciada nos Måneskin. Aquela imagem, o sex appeal, a ousadia, a música, as letras, a intensidade. Encantada e apaixonada por este rock italiano. O mundo está todo do avesso mas, de vez em quando, há coisas que realmente valem a pena. E o Damiano, que é o mais velho, só tem 22 anos. Fds. Como é que é possível? Realmente há uma linha que separa os verdadeiros artistas dos outros. E descobrir que fazem convers de Harry Styles? Kiwi que é apenas a minha música preferida do Harry. Quando é que é próximo concerto mesmo? Vou a Itália para ver um concerto? Pois, secalhar sim.

04 de Maio, 2021

Quatro meses depois

Inês

No início de janeiro tivemos o nosso pequeno paraíso e, fml, uns dias mais tarde dei positivo. Qual maldição! Não sei se foi a maior razão (tu dizes que não) mas passaram-se quatro meses e não te vi. Já te conheço. És uma montanha de russa de emoções, sentimentos e vontades. Um dia está sol, noutro dia está chuva. Tu és assim. Conheço-te. Por isso não me surpreendi quando me deste ghosting. Teria apreciado a honestidade mas entendo a facilidade de simplesmente deixar de responder. Deve ser karma.

Out of the blue, na semana passada mandaste mensagem e percebi logo para que lado tendia a conversa. Finalmente ficavaste carente. Finalmente precisas de algo. Sei que vem de um fundo egoísta, mas gosto que precises. Que precises de mim. Vens quando precisas. Tenho bem noção disso e gosto disso. Fucked up but true. Comfortably true to me. Num par de horas, tínhamos spot marcado. Como sempre, atrasaste-te de forma significativa e eu comecei a sentir borboletas no caminho para lá. São borboletas de nervosismo mas um nervosismo que não me assusta.

Fomos jantar juntos. Uau. Vinho tinto ainda por cima. Estava louca quando disse que sim porque nem sequer gosto. Rapidamente comecei a gostar e, com umas alavancagens mais brutas aqui e ali, a conversa fluiu.

Partilhamos a noite. Já não nos estranhámos tanto, havia menos sede, maior à vontade, maior confiança para simplesmente ser e estar, mesmo que não a 100%. Os teus atos carinhosos são os mais surpreendentes para mim. Deste-me banho. Lavaste-me o cabelo. Gostas de mimo, de afeto, de carinho. Eu nem sou nada assim mas adorei os gestos. Sabia que o cabelo não ia ficar bem mas nem mexi só por saber que foi trabalho teu. Passou demasiado rápido. Gostaria de ter ficado mais horas contigo mas não fui capaz de to dizer. Sou o que precisares, quando precisares e, claro, desde que eu queira. Ainda não houve altura que não quisesse. Estarei contigo. E não te amo.

WhatsApp Image 2021-05-05 at 09.55.13.jpeg