Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Teenage Dirtbag

yound adult na tarefa árdua de tentar ser alguma coisa de jeito.

Teenage Dirtbag

yound adult na tarefa árdua de tentar ser alguma coisa de jeito.

02 de Novembro, 2022

Is it a love story? #3

Inês

Há dias em que te adoro só por seres assim. E há dias em que olho para ti e tenho inveja do tudo o que tens e toda a leveza que trazes. Fico com inveja da tua família, de teres uma mulher e uma filha. De teres uma vida, uma estrutura. Eu não sei se alguma vez terei tal coisa. Pior, eu acho que não quero nada disso. E depois fico com inveja dos outros. Não me compreendo. Não sei se a inveja vem de um fundo intrínseco transparente ou se está enviesada por esta mania incontrolável de nos sentirmos integrados na sociedade onde crescemos. Não sei quem serei se não tiver uma família. E a vida a solo custa muito. Tem-me custado bastante. Dou por mim a pensar que a nível prático, partilhar uma vida a dois, tornaria tudo simplesmente mais fácil e suportável. Tu tratas da loiça, eu da roupa. Tu dás a contagem da luz, eu vou às compras. Fazer tudo é demasiado. E claro que isto é um problema de primeiro mundo. E com quem é que divido todos os dilemas que pairam na minha mente? Pois, esses são menos práticos. E continuo com inveja de ti, da tua mulher e da tua filha por terem a sorte de te ter na vida para sempre. E apesar de dizermos vezes sem conta que nos teremos para sempre, acho que ambos sabemos que isso não vai ser assim. E fico triste outra vez. E depois fico com os pensamentos a brilhar quando te referes a mim como namorada (no contexto mais irrelevante do mundo tipo "deixas a chave na Galp e dizes ao senhor que o teu namorado as vai levantar depois") e reparo que o que mais me custa não é a fraude que eu sou aos olhos dos outros mas sim a fraude que eu sou para mim própria porque não conseguir ser na prática aquilo que acredito em teoria.