Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Teenage Dirtbag

yound adult na tarefa árdua de tentar ser alguma coisa de jeito.

Teenage Dirtbag

yound adult na tarefa árdua de tentar ser alguma coisa de jeito.

09 de Março, 2014

Mas não estava a chover ontem?

Inês

Sexta o dia foi uma porcaria. Das maiores dos últimos tempos. Well, também há dias assim. Ontem, o dia foi espetacular. E o de hoje também. O fim-de-semana primaveril veio animar-me. Na manhã de sábado (qual manhã? era meio-dia. still..) fui dar uma caminhada com a minha mãe de uma hora o que, além de ser uma ótima maneira de começar o dia, foi uma boa forme de restabelecer a comunicação saudável com ela que isto de ambiente pesado cá em casa já cansava... Depois seguiram-se as coisas normais de um sábado até que avisto uma criatura muito pouco portuguesa de bicicleta e com um atrelado nessa bicicleta com o que parecia ser uma casa às costas aqui perto desta terra que não lembra a nenhum turista. Então a minha mãe lá tomou a iniciativa, parámos de carro e comecei a conversar com o rapaz (dava-lhe uns vinte e cinco anos) sempre a tentar não me espalhar no meu inglês. Queria ir para Santiago de Compostela e, acreditem, estava um bocado fora de rota. Analisei o mapa com ele, disse-lhe onde ele estava e por onde ele devia ir para retomar o percurso. Ainda tentei levar a conversa um pouco mais longe dizendo-lhe que devia passar pelo Porto, talvez depois desta 'missão' de Santiago concluída, porque aquilo é muito bonito e blá, blá, blá. A verdade é que não me espatifei no inglês mas sentia-me vermelha como um tomate e, disse-me depois a minha mãe, agarrei-me ao guiador da bicicleta dele como se aquilo fosse desatar a andar e eu não quisesse e eu nâo me apercebi que estava a segurar a bicicleta com tanta força. Valeram umas boas gargalhadas. À noite ainda aconteceu outra das melhores coisinhas para mim. Finalmente pude andar na lambreta do meu pai e foi espetacular! Melhor do que tinha imaginado. Ainda por cima, no céu limpo e estrelado de ontem naquele ambiente mesmo quente. Era eu, cabelo, vento, manga curta, céu e estrelas. Digno de um filme à american dream ou de uma foto à tumblr. Ah! E o meu pai à frente também.. Ainda não foi desta que pude andar sozinha mas está perto! Hoje, acordei com a minha mãe passar mais algum tempo de qualidade com ela e, então, dedicamo-nos à vida no campo. Aproveitar o bocado de terra que temos e desenvolver uma hortinha sempre foi uma coisa que quisemos e hoje avançamos com esses planos. Começar é importante. E hoje lá começamos. Foi um ótimo fim-de-semana e que o sol venha para ficar!