Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

31 de Janeiro, 2021

Ter um blog é fixe porque

Inês

Podemos reviver momentos da nossa vida e reler-nos como doutra forma não seria possível. Por estar a reencontrar uma pessoa que entrou na minha vida há uns anos, dei por mim a reler posts daqueles tempos. Descrevia os pensamentos, a forma como me sentia e como olhava para o que me acontecia diariamente. Relatava neste cantinho da internet as minhas angústias, receios e até coisas que me envergonhavam (aliás, ainda relato porque felizmente resgatei o meu gosto em escrever no blog). Reler certas passagens é recordar coisas que já nem me lembrava e que nem parece que aconteceram nesta vida. Voltar a escrever sobre elas, e ir passando de post em post, é ver claramente a evolução dos tempos, o crescimento da Inês. Passar de ter 13, 14, 15 anos a ter 24 anos. Ver todas as inseguranças que desapareceram, outras que ficaram. Ideias das pessoas que mudaram, outras que permanecem. Pensar na Inês que escrevia ao computador em tardes e noites de aborrecimento, sedenta por tudo e mais alguma coisa, e na mesma Inês que passados anos escreve, talvez de forma menos organizada ainda, sobre coisas muito diferentes mas também sobre as mesmíssimas coisas e pessoas. O Lid é o melhor exemplo. A tag ali em baixo denuncia-o. A perceção da passagem do tempo é das coisas mais mindblowing para mim. Ler-me e reler-me é das principais vantagens em manter um blog. A vida passa, corre, voa e quando damos por ela nem nos lembramos do que fizemos a semana passada, o mês passado, o ano todo. Tenho pena de não ter escrito em Erasmus, por exemplo, ou no meu tempo de Universidade. Não escrevi, bem sei, porque estava ocupada demais a viver para me lembrar sequer que este blog existia. Isso só por si é um excelente sinal e já me diz muito. Tenho fotos e vídeos para me relembrar do quão feliz fui naqueles tempos. Porém, é uma pena não ter passado isso para textos e palavras. Anyway, às vezes dou por mim entre tags e posts a relembrar momentos incríveis, situações cómicas e reflexões que fizeram parte de mim. Está na descrição atual deste blog que isto é para mim um arquivo de pensamentos e é mesmo.

1 comentário

Comentar post