Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

Teenage Dirtbag

Este blog é o meu diário. Mais para mim do que para vocês. Uma tentativa de arquivo de pensamentos. "Teenage" como quem diz... já são 25.

03 de Junho, 2014

Último esforço

Inês

Infelizmente, só nestes últimos dois meses é que encontrei o ritmo necessário para ser bem sucedida a matemática. Vou tarde, tardíssimo mas, feliz ou infelizmente, o exame é definidor de quase tudo. Já me questionei se vou fazer uma grande asneira em insistir num curso com uma forte componente matemática na faculdade porque andei o ano quase todo a safar-me, tão mal quanto isso, nos testes e avaliações mas, de facto, trabalhar todos os dias uma ou duas horas é a receita para o sucesso. Grande treta essa! Vida boa é o que se quer, mas não, obrigam-nos a fazer milhentos exercícios se queremos ter um futuro de jeito, dizem eles (note-se a grande ironia ali atrás e aqui não). Mas pronto. A gente vai fazendo o que é suposto ser feito. Quanto à matemática, vou apostar em tirar o máximo do exame que, a correr muito bem, é o meu bilhete de entrada na FEP. Se correr não muito bem... esse é um dos assuntos em que tenho andado a pensar. Há uns meses só pensava se ia ingressar já na faculdade ou não, decidi-me, que remédio era o meu, vou sim, e quanto à faculdade, aposto na FEP por uma série de razões. Mas, entrar em Economia na FEP, só os melhores dos melhores. E, sou realista, se o exame correr como correu o ano inteiro ou se correr simplesmente mal, tanto a primeira como a segunda fase? Shit happens e devia estar preparada para um plano B. Não estou. Ainda não me tinha debatido sobre tal coisa. Aveiro, Coimbra? Não quero. A FEP era a minha alternativa pessoal ao gap year com que tanto sonho. Não há alternativa há FEP que não seja o gap year para mim. E depois deixo de pensar tanto e resigno-me com um estudo intensa que contribua para a nota excelente que preciso para entrar na FEP e resolver todos estes problemas. Eu penso demais. Até a minha mãe diz que penso demais. Acho que penso mesmo muito e basta duas horas sozinhas para me fartar de mim própria.

3 comentários

Comentar post